quinta-feira, 18 de junho de 2009

Meteoro não vai mais voar...

O escritor, estudioso dos quadrinhos, roteirista e tradutor Roberto Guedes informa que vai interromper por tempo indeterminado seu trabalho com o personagem, criado por ele em 1987.

Felizmente, não é uma decisão definitiva: “Se surgir uma proposta realmente boa e concreta de publicação, Meteoro pode voltar. Chega de promessas e delírios. Isso só nos atravanca e impede que a gente se concentre em novos projetos”, disse Guedes com exclusividade para o Papo de Quadrinho.

E o que motivou esta decisão? “Eu produzi uma nova origem, reformuladinha para o novo milênio, para leitores que estão chegando agora. Paguei de meu próprio bolso artistas profissionais do mais alto gabarito, fiz tudo certinho. A editora interessada tinha apenas que acertar comigo, mas nada...”, explica.

O autor enxerga a publicação do Meteoro por editoras independentes ou mesmo em sites de HQ Online como uma alternativa, o que significa que ainda poderemos vê-lo voando pelo bairro do Ipiranga, em São Paulo, ou em Rain City, o ambiente globalizado que Guedes criou para a publicação das novas aventuras do herói.

“Um dia, quem sabe, posso até reeditar as HQs antigas do herói em um álbum nostalgia... para os fãs. Mas, por enquanto, vou me concentrar em outras coisas”.

Meteoro já foi publicado no Brasil pela Status Comics, Fire Comics, Editora Escala e SM Editora (atual Júpiter II).

Nenhum comentário:

Postar um comentário