sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Vale-Tudo: diversão garantida!

Chegou às minhas mãos estes dias, por cortesia do autor, o mais recente livro de Márcio Baraldi, Vale-Tudo.

“Mais recente” é força de expressão: a HQ foi lançada no final de novembro durante a festa de entrega do 1º Troféu Bigorna, mas reúne uma série de histórias soltas e sem personagens fixos publicadas aqui e ali desde os anos 80.

Os elementos que viriam a pautar o trabalho de mais de duas décadas de Baraldi está todos lá: o humor escrachado e nonsense, o traço anárquico, a crítica política, social e de costumes. O leitor pode não concordar com o posicionamento ideológico do autor (eu mesmo não concordo com alguns pontos de vista), o que não significa que sua abordagem não seja bastante divertida.

Em Vale-Tudo, Baraldi está muito bem acompanhado. Há histórias feitas em parceria com Bira Dantas e Marcatti (dois grandes profissionais dos quadrinhistas de humor e seus colegas atualmente na MAD); prefácios dos jornalistas Paulo Ramos e Gonçalo Júnior (estes dispensam apresentação); e contra-capa coberta de depoimentos de gente do meio sobre o trabalho de Baraldi (Julio Shimamoto e Rodolfo Zalla entre eles). Vamos combinar, não é pouca coisa.

Minha história preferida em Vale-Tudo é Toda a Verdade Sobre o Chupa-Cabras, uma paródia com o saudoso jingle das “balas Juquinha” (quem tem mais de 35 lembra!). É uma das coisas mais absurdas e engraçadas que já li!

O livro foi lançado pela Opera Graphica e ainda pode ser encontrado por R$ 12 no site da Comix. Vale-Tudo vale o investimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário