terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Do Baú: Captain America 165

Esta edição, publicada nos Estados Unidos em setembro de 1973, é tão boa quanto as demais daquela época. Tem desenhos de Sal Buscema e roteiro de Steve Englehart, e é do período em que Capitão América e Falcão eram companheiros de aventuras.

Os mais generosos podem dizer que ela é especial porque marca o retorno do Garra Amarela depois de uma ausência de mais de cinco anos.

Para mim, ela é especial porque foi minha primeira HQ de super-heróis, publicada pela Bloch em junho de 1975 na revista Capitão América 5. Eu tinha sete anos e era comum os garotos escolherem um herói para imitar nas brincadeiras (a gente comprava as revistas para enriquecer a imitação de detalhes).

Minha escolha recaiu sobre o Capitão América, que se mantém como um dos meus personagens preferidos da Marvel até hoje.

Talvez eu já lesse os quadrinhos da Disney ou da Turma da Mônica neste período, não sei. Se lia, não lembro; não me marcaram como esta aventura em que o bom e velho Steve Rogers enfrenta uma invasão de tarântulas gigantes e sai no braço com o temido Garra Amarela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário