quinta-feira, 12 de março de 2009

Um reboot chamado Quarteto

Por Társis Salvatore

Os dois filmes do Quarteto Fantástico (O Quarteto Fantástico, lançado em 2005, e O Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado, de 2007) foram considerados bem sucedidos e renderam cerca de US$ 620 milhões em todo o mundo.

Mesmo assim, a 20th Century Fox insinua remodelar a franquia, mudar o elenco e criar um roteiro tendendo a uma temática mais séria. O fato é que na ocasião do lançamento dos filmes, os executivos do estúdio, juntamente com a Marvel, haviam decidido utilizar a mais famosa família de super-heróis para atrair o público infantil e infanto-juvenil, idéia que parece ter mudado (Ufa!) neste reboot.

Para um filme de efeito, bastaria utilizar um roteiro mais adulto e caprichado. Um vilão bem legal seria o Aniquilador. Foi bom ver o Surfista Prateado no cinema, mas transformar a “Trilogia Galactus” (um drama) numa história infanto-juvenil não traz boa recordação aos fãs.

Para começo de conversa, qual seria o “quarteto ideal” de atores? Claro que vai depender do roteiro, mas o Papo de Quadrinho faz um exercício de imaginação e indica para essa nova fase o seguinte elenco:



Coisa
(Bem Grimm): Aaron Douglas

Mulher Invisível (Susan Richards): Elizabeth Banks ou Ali Larter

Tocha Humana (Johny Storm) Lachlan Buchanan

Senhor Fantástico (Reed Richards): Bruce Greenwood é um pouco velho, então por que não Joe Flanigan?


E podem tirar ao cavalinho da chuva! Se o vilão for o Doutor Destino, o mais mortal da Marvel, este blog sugere um ator de verdade: Ralph Feinnes.

Se for o Aniquilador, bem… por que não o Jackie Earle Haley, bombado e de armadura?

E você, leitor? Qual é o elenco ideal para um novíssimo filme do Quarteto?

Que venha o novo Quarteto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário