sexta-feira, 17 de abril de 2009

A quantas anda a bilheteria de Watchmen?

Passados 40 dias da estréia da adaptação cinematográfica de uma das melhores HQs de todos os tempos, foram arrecadados US$ 106,6 milhões em solo americano e outros US$ 73,2 milhões ao redor do mundo, totalizando pouco menos que US$ 180 milhões.

O montante mal paga a produção de US$ 150 milhões, sem contar a verba não declarada de marketing e a mordida da Fox, por conta do acordo judicial que a Warner foi obrigada a fazer semanas antes da estreia.

Só para constar, no Brasil, até o dia 5 de abril, o filme rendeu US$ 1,96 milhão.

Sem querer bancar o sabichão, sempre achei que Watchmen não seria um filme de larga bilheteria. Esta minha opinião está publicada na Wizmania de março, em depoimento que dei para a revista dois meses antes.

Watchmen, a HQ, é uma obra para poucos. Para apreciá-la, é preciso ser fã de quadrinhos e estar antenado com os novos tempos. O filme conseguiu ser ainda mais hermético.

A decepcionante bilheteria tem dois lados:

O negativo é que dá argumentos para os detratores da obra de Alan Moore em geral e parece legitimar a opinião dos críticos do filme – tanto aqueles primeiros (detratores da obra de Alan Moore em geral) quanto os fãs puristas que não engoliram as mudanças feitas para a tela grande.

O aspecto positivo é que, pelo menos, nenhum executivo da Warner vai ter a infeliz ideia de inventar uma seqüência e, aí sim, botar tudo a perder.

Talvez seja melhor assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário