terça-feira, 17 de novembro de 2009

Maurício de Sousa se pronuncia sobre personagem gay


Há alguns dias vem causando algum barulho a aparição do personagem Caio na revista Tina número 6, publicada pela Panini.

Em dado momento, ele diz que é comprometido e aponta para outro rapaz. Para causar mais “confusão”, a história tem o título de O Triângulo da Confusão.

Na tarde de hoje (17), Maurício de Sousa, por meio de sua assessoria, enviou a seguinte nota à imprensa:

Sobre a recente polêmica a respeito da revista Tina 6, é preciso esclarecer alguns pontos.

A revista Tina é uma publicação da Editora Panini produzida para um público adulto jovem. Ou seja, não tem nada a ver com a Turma da Mônica ou o público infantil ou infanto-juvenil (Turma da Mônica Jovem). A publicação é destinada a uma outra faixa de leitores e suas histórias refletem isso – tanto que Tina, atualmente, é estudante de jornalismo e maior de idade.

A história publicada em Tina #6, intitulada O triângulo das confusões, deve ser lida e interpretada pelo leitor. Não há qualquer afirmação sobre a sexualidade deste ou daquele personagem.

Lida a história, feita a interpretação, daí, sim, comentários e críticas poderão ajudar no sentido de falarmos a língua de uma sociedade esclarecida. Tanto que, em nossas publicações recentes, temos usado cada vez mais a interatividade com os leitores. Essa promoção do diálogo com a juventude, especialmente pela internet, é essencial e já nos ajudou a direcionar histórias e personagens em outras ocasiões.

E vale ressaltar que publicações dirigidas a faixas de público com idades diferenciadas podem – e devem – tratar de quaisquer assuntos de maneira adequada ao seu leitor.

No cinema, na televisão ou nas revistas há a separação por faixa de idade. Por que não haveria na nossa vasta galeria de publicações?

Mas uma posição vai se manter em TODAS as nossas produções: o respeito pelo ser humano, pela pessoa, e a elegância no trato de qualquer tema.

Mauricio de Sousa

4 comentários:

  1. Eu comprei a revista e achei extremamente ousado. Mas de forma alguma ofensivo. A polêmica é causada por pessoas com a mente no século retrasado. Provavelmente, as mesmas que acham Hitler um monstro.

    ResponderExcluir
  2. Não li ainda a hq...mas, apesar de ser contrário ao homosexualismo, aceito a opção de cada um, claro...Agora, Mutante X, vc não acha Hitler um monstro?
    M Santiago

    ResponderExcluir
  3. Acho que o texto do Edu engoliu um "não"... ehehe

    Não li a revista, embora goste muito da Tina. O Maurício não é apenas um cara inteligente e ousado, é um ícone dos quadrinhos.

    Daqui há 100 anos essas discussões sobre opção sexual nem existirão mais.

    Abs!

    ResponderExcluir
  4. O que eu quis dizer com meu comentário é a hipocrisia das pessoas. As mesmas que saem dizendo que Hitler é um monstro, saem apedrejando os diferentes. Ou seja, falam uma coisa e fazem outra.

    ResponderExcluir